Meu nome é Izolete Lazaroto da Silva, sou professora há 18 anos. Tenho dois filhos. Moro e trabalho
em Alvorada, numa escola municipal. Atualmente trabalho com 1º série à tarde e 5º a 8º séries na
parte da manhã, como professora substituta. Sou uma pessoa humilde, simples, gosto mais de
escutar do que de falar, mas não sou de fugir à responsabilidade, sempre que se faz necessário
dou o meu recado, manifesto minha opinião de maneira clara e objetiva, procurando sempre respeitar
a opinião de cada um.
Sou apaixonada pela minha profissão, acho muito gratificante a convinvência com crianças e
adolescentes, eles são sinceros, honestos, além de não sprenderem muito a padrões de
comportamento e alguns vícios de convivência que a maioria de nós adultos manifestamos nas nossas
relações.
2.gif

Ensinar exige apreensão da realidade.
"Ensinar exige apreensão da realidade", segundo Paulo Freire, porque não é simplesmente aprendendo sobre a realidade que podemos mudá-la,mas só aprendendo-a é que podemos recriá-la, fazê-la melhor, mais justa e mais humana.E este aprender a realidade não é apenas apropriar-se dela, mas também é posicionar-se sem neutralidade diante da mesma, pois para Freire, a postura ideológica e política nerutra assumida pelo professor diante os seus alunos é um desrespeito aos mesmos.O professor não deve impor aos alunos as suas convicções, mas deve assumi-las para que assim os educandos escolham o melhor caminho de acordo com suas convicções.
Freire,Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários a prática educativa. São Paulo:Paz e Terra,2001.

Falando um pouco do meu ser professora: Faço o que gosto e ainda sou paga para isso, portanto ser professora, para mim,é tudo de bom.É maravilhoso conviver diariamente com crianças e adolescentes no ambiente escolar.

anjos.jpg

O que é realizado com amor,geralmente dá certo...


Os dois lados da "moeda".
Nossa história na sala 4 está sendo construída de uma maneira bem agradável, falamos sobre nossas realidades diáras de escola,falamos das dificuldades, aliás, fala-se muito mais nas dificuldades do que nas conquistas,deve ser porque tem mais dificuladades do que conquistas,mas não devemos ver só o lado negativo da história,mas sim destacarmos também as coisas positivas,mesmo que sejam poucas,mas existem.

Hoje,10/12, deixei uma pequena contribuição para a história, falando em esperança de uma escola melhor, mais humana e mais qualificada.
professora.jpg

Hoje, 11/12, minha contribuição na sala 4 é uma breve refexão do capitulo 2.4 -Ensinar exige bom senso(Paulo Freire-Pedagogia da Autonomia)
É preciso ter bom senso sempre. Não confundir autoridade com autoritarismo e licença com liberdade.Respeitar a autonomia do aluno, procurar ser corente, falar em democracia e liberdade,respeitar suas vivências e suas experiências,agindo assim,de acordo com as idéias de Paulo Freire, estou sabendo o que é SER PROFESSORA.As qualidades são construídas por nós, quando nos impomos para diminuir a distância entre o discurso e a prática.Qualquer tipo de professor deixa sua marca, seja ela boa ou ruim, por isso devemos agir sempre com bom senso diante do nosso aluno.
14878.jpgHoje, 12/12, deixei meu recado na sala 4, fazendo um paralelo do meu ser professora com o ser professora das minhas colega e concluí, depois de ter entrado nas salas 2,3,5,6 e 7, que somos professora por que amamos essa profissão e além de amar somos curiosa.Para ilustrar o meu registro de hoje cito Paulo Freire:Ensinar exige curiosidade "Como professor devo saber que sem curiosidade que me move, que me inquieta que me insere na busca , não aprendo nem ensino.

barco09.gif
Hoje, 14/12, Inspirada em Paulo Freire,deixei minha participação na sala 4, falando em riscos,maneiras diferentes de ensinar,ousadia, dinamismo e desafios na minha prática pedagógica e para ilustrar meu espaço, vou deixar aqui uma reflexão sobre o capitulo 1.8 Ensinar Exige Reflexão Crítica Sobre a Prática(Pedagogia da Autonomia-Paulo Freire)
Pensar certo - Aprendemos várias formas de ensinar qualquer conteúdo, usamos o que nos deixa seguro ou o que é certo. Mas quando paramos para pensar nos perguntamos:o que é certo para o aluno? O que é mais seguro para ele?
Prática docente crítica - Devemos criticar nossa prática, fazer uma auto-avaliação de nossos métodos,nos atualizar e estarmos abertas à mudanças.
Reflexão crítica sobre a prática - A reflexão rigorosa sobre a prática deve ser feita sempre,mas não devemos nos achar incapazes de mudar, de aceitar o novo e para aceitar o novo e utilizá-lo precisamos ser humildes e aprender a reconhecer o que está errado.
anjocoluna.gif
Ser professora é,antes de tudo, acreditar que é possivel melhorar a sociedade através de uma educação qualificada, humana e democrática.(15/12)