Sou Maria de Lourdes Fippian dos Santos,trabalho em Torres na E.E.Justino Alberto Tietboehl.
Minha escola é de Ensino Fundamental;oferecemos Educação Infantil e Educação Especial-surdos.
A menina dos meus olhos é o EJA-noturno ,do qual sou vice-diretora.Pessoalmente," briguei "muito pela criação deste curso,já que a Educação de Jovens e Adultos,aqui no litoral-norte, ainda é novidade.Isto pela maneira diferenciada de dar aulas,avaliar e a própria relação aluno-professor.Acredito que seria pretensão dizer que somos uma escola freireana.Bom que fôssemos...! Mas o nosso referencial teórico aponta para Paulo Freire.Na verdade nunca estivemos tão distante desta proposta , desde a criação do curso.Vários são os motivos que me levam a esta afirmação ,desde troca constante de pessoas da equipe,até descontituição de PF num curso de Formação(?) ou De-formação,quando a palestrante disse literalmente que Paulo Freire"já era..,tá ultrapassado..." Claro que nos contrapomos a sua posição....