j0355649.gif

Bah pessoal! O mural de apresentações lotou de novo e aí eu resolvi criar este outro para os colegas e as colegas que ainda não se apresentaram. Eita gente tagarela!

Então, daqui por diante, quem entrar na nossa conversa se apresenta aqui. Mas sejam breves! Deixem a apresentação dos animais domésticos e dos parentes em terceiro grau para a página de vocês :))))

Façam um linkizinho e soltem o verbo lá. Ah já sei, não sabem fazer o raio do link.
Tem um jeito bem simples. Ponham dois colchetes de cada lado da palavra que direciona para a página. Por exemplo:
links1.jpg
links2.jpg
Fica: matilda ou Matilda Silva ou UFRGS

Beleza! E agora, se apresentem aí abaixo, ou, se quiserem podem bisbilhotar o Mural 1 e o Mural 2.


Oi pessoal!!! sou Sandra Maria Caroni do polo de Gravataí, trabalho há 20 anos como professora e há 14 anos estou na rede estadual. Como a maioria das colegas, custei a chegar até aqui.Adoro o que faço e estou sempre aberta a novas idéias e novos aprendizagens. Estou adorando tudo que tenho aprendido até aqui. Espero logo por tudo isso em prática com meus alunos. Xiii! Demorei tanto a chegar que o cafezinho já esfriou! Mas prometo que na próxima vez chegarei antes dele ser servido. Beijinhos. Sandra Caroni
Mural 3

Vou inaugurar :) (de novo!!!)

j0355649.gifMeu nome é Matilda Silva, sou professora da Rede Estadual do Rio Grande do Sul e partiu de mim a idéia de nos reunirmos para esta conversa.





Olá! Sou Zélia Tresoldi Meregalli Schreiber do pólo de Gravataí. Trabalho na escola municipal Antônio Aires de Almeida, com educação de jovens e Adultos no projeto CEREJA e com a direção da mesma escola.
"Quebrei a cabeça" para chegar até aki, mas estou adorando o espaço, e pretendo aprender muito e poder "trocar figurinhas", com meus colegas e novos amigos, esses que venho conhecendo melhor, através dessas atividades diversificadas que nos proporcionam.

OLÁ! MEU NOME É FERNANDA BEATRIZ SILVA DOS SANTOS, SOU DO PÓLO DE SÃO LEOPOLDO.Trabalho na escola Municipal Dr. Paulo da Silva Couto.Neste ano tive uma turma de 3ª série e uma de Educação Infantil. Sou professora há 20 anos e amo o que faço, pois posso a cada ano que passa, reinventar minhas práticas pedagógicas.Sou casada há 16 anos e tenho uma linda filha de12 anos. Através desse curso, estou percebendo o quanto já sabia, mas não imaginava, e o quanto estou aprendendo.VAMOS NESSA QUE ESTÁ BOM À BEÇA!

Olá! Sou Andreia Borges Mengue do pólo de Três Cachoeiras. Leciono na Educação Infantil há quase cinco anos em turmas de maternais. Adoro trabalhar com crianças pequenas e espero aprender muito aqui para desenvolver melhor o meu trabalho. Quem trabalha na área de educação deve conhecer Paulo Freire, sendo importante estudar e refletir constantemente seus ensinamentos que contribuem muito para a nossa prática diária.

Oi! Meu nome é Tânea Mengue, sou do pólo de Três Cachoeiras e, finalmente estou aqui, consegui me achar e achar esta página. Sou professora há quase cinco anos em escolas deste munípio mesmo. Trabalhei com as séries iniciais do Ensino Fundamental e este ano estive na Educação Infantil. Concluí o curso de magistério no ano 2000, e neste mesmo ano iniciei a faculdade de Biologia que conclui em 2004.

Ufa! Até que enfim cheguei... Sou Mara Braum, moro no Balneário Rondinha, em Arroio do Sal e estou neste curso pelo Pólo de Três Cachoeiras. Sou professora há 20 anos. Trabalho na Escola Estadual de Ensino Fundamental Professor Dietschi. Sou casada, tenho 3 filhos amados e sou muito feliz com a vida que tenho. Me sinto perfeitamente acolhida na minha família e meu trabalho. Estou adorando este curso, pois a cada leitura fico com um melhor embasamento para minha vida.

Cleci Porsch




Sou Anete T. Severo, lendo as falas das colegas percebi que nossas vivências, problematicas, situações diversas são semelhantes. Realmente o curso a distância é um grande desafio e motivo de grande orgulho, pois é uma oportunidade ímpar para nossa qualificação profissional. Digo desafio em função das tecnologias que não domino, sou ainda muito dependente das tutoras, e pelo fato do curso ser a distância. Assim sendo, a busca do conhecimento por nós deve ser ainda maior, em relação aos cursos de graduação na modadidade presencial. Segundo Paulo Freire, em sua obra Pedagogia da Autonomia, pág 29,..." Não há ensino, sem pesquisa e pesquisa sem ensino .Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar ou anunciar a novidade." Com embasamento nestas sábias palavras descrevo a importância do curso de Pedagogia a Distância, o qual estamos realizando, pois faz parte da natureza da prática docente a indagação, a busca a pesquisa. O que precisamos em nossa formação permanente, segundo ensinamentos de Paulo Freire, o professor se perceba e se assuma, porque ser professor é ser pesquisador !
Concordam meninas (os) ?

Oi Anete! Eu sou Janete e concordo plenamente com sua colocação (e com a de Paulo Freire, é lógico!)
Realmente como Educadores-transformadores temos que estar sempre pesquisando e estudando, aperfeiçoando nossa prática pedagógica e descobrindo novas formas de alcançar e motivar nossos alunos, pois cada um deles é um verdadeiro Universo (uma ilha desconhecida) e não podemos ter uma regra para todos! Eles tem que "aprender a aprender", descobrirem-se a si mesmos, se amarem e buscar o seu caminho, ir ao encontro de seus sonhos e realizá-los!
Quando você fala da dificuldade que enfrentou com as tecnogias e como foi um desafio para você, creio que isto ocorreu para a maioria das colegas de todos os polos, mas as dificuldades foram superadas e tivemos apoio de professores, tutores e coordenadores do curso; Todo o PEAD estava ao nosso lado! Para os nossos alunos as dificuldades enfrentadas não são menores do que as nossas; os desafios deles também não são menores que os que enfrentamos! Devemos pensar nessa nossa caminhada como alunas-professoras e refletir em nossa prática pedagógica para o bem deles!
Coloquei ainda hoje no forum do Rooda a seguinte fala de Paulo Freire para nossa reflexão:
"Eu agora diria a nós, como educadores e educadoras: ai daqueles e daquelas, entre nós, que pararem com sua capacidade de sonhar, de inventar a sua coragem de denunciar e de anunciar. Ai daqueles e daquelas que, em lugar de visitar de vez em quando o amanhã, o futuro, pelo profundo engajamento com o hoje, com o aqui e com o agora, ai daqueles que, em lugar desta viagem constante ao amanhã, se atrelarem a um passado de exploração e rotina."

Adorei participar desta sua sala.
FELIZ ANO NOVO!

Finalmente consegui,Oi! sou Rosana, como a maioria das falas, não está sendo fácil encarar esta novidade de curso a distância, eu quase desisti do curso, por achar que nunca aprenderia usar o computador, pois nunca pensei que um dia ia precisar usar, mas felizmente fui obrigada a conhecer esta maravilhosa técnologia, para cursar este curso , que é meu sonho. Por achar que temos que estar sempre em busca do desconhecido, estudando, aperfeiçoando nossa prática é que decidi enfrentar este desafio, não deixar esta oportunidae escapar das mãos e ir a luta, concordo plenamente com Paulo Freire, precisamos pesquisar muito para que ocorra o aprendizado e para isto contamos com uma equipe maravilhosa sempre a nossa disposição basta pedir socorro que alguém esta lá para nos salvar.ainda sinto um pouco de insegurança, foi muito difícil chegar até aqui,porém olhando minha caminhada, aconteceram alguns progressos significativos e posso dizer com toda a certeza do mundo que este curso é muito importante para todos nós, é com certeza todas estas dificuldades serão superadas. Feliz Ano Novo para Todos !!!!

Oi! pessoal !!
Até que em fim consegui chegar aqui, quase enlouqueci, mas tudo bem um dia eu ainda vou rir de tudo isso.
zilma vitória


Bom já testei e acho que a profe su vai ter que ajeitara pagina...

Foi um pouco complicado entra aqui, mas nada que não se resolva. Acredito no trabalho de educador como transformador e como potencializador da transformação. Acredito e me baseio muito no que diz Paulo Freire sobre os medos, sobre a ousadia, e principalmete de fazer o que ´possível hoje e amanhã far-se á o impossível de hoje. Devemos olhar no horizonte a utopia as vezes inatingível e termos os pés no caminho passo a passo, para que a humanidade se contrua em trilhas de bonitezas, sem alargar o passo em demasia e sem estagnar a frente de qualquer problema.
Um abraço Marcelo.
É isto mesmo Marcelo ! Concordo com no diz sobre Paulo Freire,sou Neli Costa do Pólo de São Léo,
estou deixando está participação porque não sei onde ando, somente sei que meu nome está no vermelho nesta atividade,
então onde abre para editar! Tô carimbando!!! Neli Costa

Olá colegas, finalmente consegui chegar até aqui, sou Iliana do Pólo de Alvorada. Eu tinha entendido que não precisaria de apresentações, já que fizemos nossa página, mas tudo bem. Para mim ser professora é Matilda Silva , sou professora da Rede Estadual do Rio Grande do Sul ter a responsábilidade e partiu o comprometimento de tentarmos dar o melhor para os alunos. "Não importa com que faixa etária trabalhe o educador ou a educadora. O nosso é um trabalho realizado com gente, miúda, jovem ou adulta, mas gente em permanente processo de busca. Gente formando-se, melhorando, mas, porque capaz de negar os valores, de distorcer-se, de outra prática profissional, a minha, que é a prática docente, exige de mim um alto nível de responsabilidade ética de que a idéia minha própria capacitação científica faz parte.Lido com gente e não com coisas"(Paulo Freire). Não lidamos com máquinas e por isso devemos procurar ouvir o nosso aluno, dar um elogio, um abraço, nem por isso eu deva deixar de chamar a sua atenção quando for preciso.
Sou Mª Inês adorei este trabalho depois de desistir dele algumas vezes. Sou leoa com uma virginiana no ascendente e isto me fez amar este curso. Quero viver desafios que me indiquem caminhos para exercitar meus significados cada vez mais.

Lurdes Chimanko Zander
Sou professora de Ciêncais na EJA ( Eduação de Jovens e Adulto ) E.E.E.M. Villa Lobos. Sou vice-diretora da E.E.E.F. General João Borges Fortes.
Sou casada, tenho tenho dois lindos filhos, uma menina de 12 anos, a Amanda e o Pedro que tem 8 anos.
Sou natural do interior de Concórdia Santa Catarina, de origem alemã, aprendi a falar Porduguês na primeira série do ensino fundamental.Me formei na em Ciêncais ,licenciatura curta,na Fundação Educacinal do Auto Uruguai Catarinense, sempre tive vontade de fazer a plena, mas não tive condições finaceiras para tal.
Gosto muito do meu trabalho e sempre procuro formas de melhorar a qualidade do mesmo.
Estudar na FRGS está sendo a realização de um sonho. Com está formação posso menhorar a qualidade das minhas atividades nas escola.

cristina

Eu me chamo Cristina Coelho, tenho 27 anos, sou professora da rede estadual de Alvorada. Sou casada e estou grávida. Este ano foi de grandes descobertas e novidades em minha vida ( casamento, mudança de residencia, gravidez, EAD...)
No EAD aprendemos várias coisas, mas principalmente á trocarmos opiniões, conhecimentos, angústias, realizações...
O meu sonho desde pequena sempre foi ser professora, lutei muito para conseguir isto. Hoje sinto-me realizada pois consigo por em prática muitas das coisas que eu almejava. Creio que a desvalorização salarial e profissional são os maiores obstáculos de nossa profissão. Não meço esforços para alcançar meus objetivos.

Olá, meu nome è Sabrina sou do pólo de Gravataí e trabalho em Gravataí também. estou neste curso para melhorar meu trabalho como educadora, e também como pessoa, por que não?! Sou casada e tenho uma filha liiiinda, que tem 11 meses, e ela é a razão de tudo pra mim.